saraiva

Posts na tag saraiva

5 livros da Saraiva!

mar 27, 2014 às 16:43 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Olá queridonas, como estão?

Essa semana dei uma passadinha na Saraiva (amooo!) e fotografei 5 livros que me chamaram muito atenção e que estou curiosa para ler (não comprei nenhum porque tem uma fila ENORME para terminar, inclusive, ainda não terminei o “A Parisiense”).  Devo frisar que todos são “menininha”, olha só:

BeFunky_IMG_0604.jpg

Esse livro é todo misterioso e conta a história de uma mulher que descobre uma carta do marido, que ele fez para ela ler quando ele morresse. Isso porque tem todo um segredo, que é capaz de destruir a vida deles. OMG. Fiquei MEGA curiosa e adoro livros assim!

BeFunky_IMG_0605.jpg

Sou apaixonada pelos livros do Nicholas Sparks e esse não é diferente dos outros, afinal, é de amor (ouun). Ele conta a história de uma mulher que se divorcia do marido e não quer mais se relacionar com ninguém. Até que ela encontra uma carta em uma garrafa – em pleno Oceano Atlântico – de um admirador secreto. E aí, quando ela o conhece, se apaixona perdidamente e revive o sentimento da paixão.

BeFunky_IMG_0606.jpg

De Repente Acontece é um livro que conta a história de um casal que tinha tudo para dar errado e não deu. Gosto de histórias desse tipo, a gente se identifica e fica se perguntando se realmente existe algo assim no mundo.

BeFunky_IMG_0607.jpg

Esse livro já estava na minha wishlist faz MUITO tempo. É a continuação do Diário de Bridget Jones, já que a própria decide voltar a escrever o diário abandonado. E aí é diversão na certa, né? É meio que uma adaptação da Bridget nos dias de hoje, poderemos ver como ela está se relacionando, como os sites de relacionamento influenciam a vida dela, etc! CURIOSÍSSIMA!

BeFunky_IMG_0608.jpg

Ok. Eu amo livros com cachorros e esse conta um história real, de uma cachorrinha que salvou um homem cego, que estava preso em um dos andares das Torres Gêmeas no dia 11 de setembro. Deve ser MUITO emocionante!

Agora quero saber de vocês: quem já leu algum desses livros? Comentem aqui!

Beijo Beijo

Resenha de “Chá de Sumiço”

fev 04, 2014 às 10:57 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Hoje também é dia de resenha por aqui! Como já cheguei a comentar lá na Fanpage, todo mês vou ler um livro e no mês seguinte, vou preparar uma resenha bem bacana para colocar aqui no blog! O escolhido foi o novo livro da Marian Keys, Chá de Sumiço, que é extraordinariamente viciante, assim como todos os outros já publicados. Ah, quem me acompanha há bastante tempo já sabe que sou realmente fã da escritora (já fiz um post geral sobre ela, aqui) *-*

imagem

Devo confessar que um dos motivos para eu ter começado a ler os livros da Marian Keys, foi o fato de as capas serem LINDAS! Tudo bem, eu sei que não devemos julgar o livro pela capa, mas a questão é que me apaixonei primeiro por elas e depois pelas histórias, hahaha! Esse está em promoção na Saraiva, de R$60,00 por R$48,00 (aqui). Eu paguei R$45,00 porque meu namorado tinha um descontinho acumulado =)

Provavelmente, você que está lendo esse post é uma mulher, que adora livros de mulherzinha, acertei? Sabia! Não que eu esteja falando isso por ser algo ruim, muito pelo contrário, se eu estivesse lendo esse post, falaria que eu tinha acertado, afinal, eu AMO livros de mulherzinha, que abordam questões importantes da nossa vida sem perder o humor e a jovialidade. E é exatamente o que Chá de Sumiço faz.

O livro traz a história de Helen Walsh, que é uma personagem que já apareceu em outras publicações, já que a autora já fez livros sobre suas irmãs: Melancia conta a história de Claire Walsh, Férias? conta a história de Rachel Walsh, Los Angeles conta a história de Margareth Walsh e por fim, Tem Alguém Aí? conta  a história de Anna Walsh. Eu adoro esse estilo da Marian Keys, pois faz eu me sentir como parte da família, sabe? É como se eu soubesse da vida de cada uma em momentos diferentes, uma vez que elas estão em fases diferentes a cada livro. É como se fosse uma graaaande novela, mas de qualidade.

Bom, nos livros sobre suas irmãs, Helen sempre apareceu como a independente e a que se destacava por sua beleza, personalidade forte e por tomar decisões impulsivas. É engraçado que em Chá de Sumiço, Helen parece ter evoluído e se tornado de fato uma mulher (talvez porque os outros livros foram publicados há vários anos e a autora quis passar a impressão de que o tempo passa para todos, até para os personagens) que precisa arcar com suas responsabilidades, contas, sentimentos, enfim, que precisa arcar com a vida. E é exatamente nesse ponto que ela se perde.

A personagem se encontra em um momento delicado, onde nada parece estar dando certo – a não ser o seu namoro com Artie. Ela acaba de perder o apartamento em que morava – e tem que voltar a viver com Mamãe e Papai Walsh – por causa de suas dívidas altas e também enfrenta uma situação complicada na sua profissão, já que as pessoas não procuram mais detetives particulares como antes, afinal a Irlanda está passando por um momento de recessão. E é aí que surge Jay Parker, um ex-namorado (que também já apareceu em algum dos outros livros, de forma rápida), oferecendo uma oportunidade de trabalho: ela deve procurar Wayne, um rockstar das antigas, que desapareceu quando a banda em que ele canta/toca iria retornar aos palcos. O legal disso tudo, é que a autora faz paralelos com o passado de Helen e por alguns momentos, a personagem relembra fatos importantes de seu passado com Jay e a amiga Bronagh. É a partir daí que sentimos uma nostalgia e que também percebemos que as coisas não estão tããão bem para Helen, no sentido psicológico da coisa.

E não muito depois dessa constatação do leitor, Helen começa a contar a sua história, desde a compra de seu apartamento até aquele momento, e ao invés de se mostrar confiante e feliz, como sempre foi, ela se mostra uma pessoa completamente depressiva, com problemas psicológicos MUITO sérios. E mais uma vez é possível perceber que o tempo passou para ela também. Assim como todos os livros de Marian, esse aborda uma questão muito comum nos dias de hoje, que não é só o diagnóstico da depressão e sim o que ela muda nas pessoas e como os pacientes a combatem. Quem já passou por algum conflito psicológico sério, vai conseguir encontrar forças na história de Helen, pois ela deixa claro que deve seguir em frente com a proposta de Jay Parker, não só pelo dinheiro, mas para ocupar sua mente, para ter uma rotina como os outros, como pessoas normais.

Eu gostei MUITO desse livro e ele atendeu TODAS as minhas expectativas, justamente por eu já ter passado por quadros psicológicos sérios (aqui) e também por ter buscado dentro de mim, as forças para vencer. Além disso, eu adoro um suspense e a busca por Wayne me prendeu bastante, assim como os mistérios envolvendo seu desaparecimento, que é justamente o que torna o livro mais interessante ainda.

Enfim, Marian tem uma sensibilidade muito especial em tratar de assuntos delicados e isso faz com que eu me torne cada vez mais fã do seu trabalho. Ah, vale ressaltar que por causa disso, os livros dela não devem ser tratados apenas como “de mulherzinhas”.

Espero que vocês gostem ;)

Beijo Beijo