Filmes/Cinema

Posts na categoria Filmes/Cinema

Amei: Guerra Mundial Z

jul 10, 2013 às 15:55 por em Filmes/Cinema, Home . 0 comentários

Olá meninas, tudo certinho?

Nooossa, faz muito tempo que não faço um post sobre filmes, né? Também, faz muito tempo que não assisto um…acho que mais de mês…a vida de TCC não me permitia muito, sabe? Agora, vou tirar o atraso total e os posts de cinema vão voltar com tudo (os de livros também, já que comprei um fresquinho para ler!)

Esse final de semana assisti Guerra Mundial Z, do diretor Marc Foster e com os atores Brad Pitt (ok, o filme já vale por causa disso) e Mireille Enos (não conhecia o trabalho dela…)

guerramundialz_3

A história se passa no mundo inteiro, e é sobre uma doença que se espalha por todo canto e muda totalmente o comportamento das pessoas, tornando-as mortas-vivas, ou seja, zumbis. O personagem de Brad, Gerry Lane, é um antigo investigador da ONU e é recrutado para descobrir a cura dessa doença, porém, ele não quer aceitar, já que teria que se separar da sua família, mas é praticamente obrigado. Só indo par a missão é que ele poderia garantir a segurança das filhas e da esposa. A partir daí, o filme se desenrola nessa busca e traz muitas surpresas para o telespectador, tendo a capacidade até de prender totalmente a sua atenção. Achei interessante o fato de o cinema inteiro ter as mesmas reações nos mesmos momentos. Isso mostra o poder que o filme teve e que todos estavam pelo menos gostando do que viam, é bem legal essa sintonia.

cena-do-filme-guerra-mundial-z-1371048524049_956x500

 

Guerra-Mundial-Z

Ah, só para vocês terem mais certeza ainda que eu gostei: assistiria de novo sem pensar duas vezes ;)

Beijo Beijo

A cerimônia do Oscar

fev 25, 2013 às 18:44 por em Filmes/Cinema, Home . 0 comentários

Olá meninas, tudo certinho? Que segunda feira mais calorenta, oh god!

Vamos falar mais um pouquinho da 85ª cerimônia do Oscar?

Bom, a premiação foi apresentada por Seth Macfarlane, que dá a voz ao ursinho Ted, e que ao meu ver, apresentou muito bem, se não fossem as piadinhas desnecessárias entre a entrega de um prêmio e outro. Achei a cerimônia bem dinâmica, com homenagens em seu decorrer, como aos 50 anos de 007, aos que já morreram e aos musicais, que foi representado por Chicado, de Catherine Zeta-Jones:

Imagem18

Linda, né?

Nessa homenagem aos musicais, o elenco de “Os Miseráveis” também se apresentou. Eles foram aparecendo aos poucos, personagem por personagem, e cada um cantou a sua música tema no filme. No final, todos cantaram juntos, o que realmente deixou a platéia e os telespectadores arrepiados!

Imagem20

Sem dúvida, foi a melhor apresentação da noite!

Pelo que me recordo, foram esses os pontos mais altos da cerimônia (mais altos = que eu gostei), pelo menos para mim e sem contar a entrega das estatuetas.

Vamos ver agora os vencedores nas categorias principais e a minha preferência em cada uma:

Melhor Filme: Argo

Minha opinião: As Aventuras de Pi

Devo frisar aqui, que achei desnecessário a apresentação de Michelle Obama do prêmio de Melhor Filme. Tenho certeza que se o vencedor fosse “Amor” ou “As Aventuras de Pi”, ela não teria dado o ar da graça.

Imagem21

Ben Affleck e os produtores de Argo.

Melhor Direção: Ang Lee – (“As Aventuras de Pi”)

Minha opinião: Ang Lee, mas achava que o vencedor seria Spilberg. Quer dizer, não só eu né? Acho que o mundo inteiro também.

Imagem22

Achei ele uma simpatia e muito humilde!

Melhor Atriz: Jennifer Lauwrence  (“O Lado Bom da Vida”)

Minha Opinião: Emanuelle Riva (“Amor”)

Não posso deixar de dizer que achei um absurdo Jennifer Lawrence ganhar e Emanuelle Riva não. Não dá para comparar a atuação das duas e dizer que a queridinha de Hollywood é melhor. Decepcionante.

Imagem23

Não vamos comentar o tombo dela, né? hahaha

Melhor Ator: Daniel Day-Lewis (“Lincoln”)

Minha Opinião: Hugh Jackman (“Os miseráveis”). Na verdade fiquei feliz que Daniel ganhou pois ele também fez um trabalho magnífico.

Imagem24

Achei ele tão diferente aqui! O que a maquiagem do filme não faz né? Ah, eles ganharam nessa categoria também!

Melhor Atriz Coadjuvante: Anne Hathaway (“Os Miseráveis”)

Minha Opinião: Anne Hathaway (“Os Miseráveis”).

Imagem25

Perfeita!

Melhor Ator Coadjuvante: Christoph Waltz (“Django livre”)

Minha Opinião: Christoph Waltz (“Django livre”)

Imagem26

Merecidíssimo!

Melhor Roteiro Original: Quentin Tarantino (“Django livre”)

Minha Opinião: Quentin Tarantino (“Django livre”)

Imagem29

Roteiro fenomenal! Não deveria ser diferente.

Melhor Roteiro Adaptado: Chris Terrio (“Argo”)

Minha Opinião: David Magee (“As aventuras de Pi”)

Imagem30

Melhor Filme Estrangeiro: Amor

Minha Opinião: Amor

Imagem27

Diretor Michael Haneke

Para finalizar, vamos contabilizar o número de prêmios de cada indicado:

Argo ganhou “Melhor Filme”, “Melhor Roteiro Adaptado” e “Melhor Edição. Total de 3 estatuetas.

As Aventuras de Pi venceu em “Melhor Diretor”, “Melhor Fotografia”, “Trilha Sonora Original” e “Efeitos Visuais”. Total de 4 estatuetas. Foi o filme que levou mais prêmios \o/

Lincoln só levou dois prêmios dos 11 a que foi indicado, “Melhor Ator” e “Design de Produção” . Total de 2 estatuetas.

Django Livre também levou dois prêmios, “Melhor Roteiro Original” e “Melhor Ator Coadjuvante”. Total de 2 estatuetas.

Os Miseráveis levou em “Melhor Atriz”, “Melhor Maquiagem e Cabelo” e “Mixagem de som”.  Total de 3 estatuetas.

O Lado Bom da Vida levou em “Melhor Atriz”.  Total de 1 estatueta.

Amor levou em “Melhor Filme Estrangeiro”. Total de 1 estatueta.

A Hora Mais Escura levou em “Edição de Som” – onde empatou com Skyfall.  Total de 1 estatueta.

A Indomável Sonhadora não levou nenhum prêmio.

Bom, é isso meninas! O que acharam? Gostaram da cerimônia? Concordam com os vencedores? Comentem aqui embaixo ;)

Beijo Beijo

PS: Esse, como todos os outros posts em relação à cinema, por exemplo, são baseados na minha opinião, já que não sou profissional no assunto, ok? ;)

Oscar – parte 4

fev 24, 2013 às 10:46 por em Filmes/Cinema, Home . 0 comentários

Olá (de novo) Meninas,

Vamos aos dois filmes que faltam?

Lincoln

Film-Lincoln

Eis aqui o grande favorito do Oscar 2013. O filme de Spielberg traz a história de Abraham Lincoln e sua busca pela aprovação da décima terceira emenda, que dá a liberdade aos negros escravizados, e pelo fim da Guerra Civil Americana, que já durava quatro anos.

O interessante da produção é que a guerra (cenas com batalhas, sangue voando para todos os lados e cadáveres espalhados pelo chão) não é o cenário principal, e sim a Casa Branca, onde acontecem a maioria das reuniões relacionadas aos objetivos de Lincoln. O ator, Daniel Day-Lewis incorpora um presidente sereno e calmo, que ao mesmo tempo demonstra segurança no que diz e faz. Os gestos corporais do ator, seu tom de voz, a maquiagem que o envelhece durante os quatro anos de guerra, o fato de esconder suas emoções para se preocupar com o país, a maneira como lida com os problemas (ele sempre conta uma história para convencer/entreter/ e até entender os outros), enfim, tudo isso junto faz com que o filme seja interessante e instigante.

Por ser um filme hollywoodiano e que conta a história de um dos presidentes dos Estados Unidos, tinha tudo para ser comum, porém, são pequenos detalhes que o fizeram ser único e bem aceito, e isso se relaciona à maneira que o ator lida com o personagem, como expliquei acima, e também ao cenário, iluminação, fotografia e câmera. Acredito que será o grande premiado da noite (tanto o filme, quanto o roteiro adaptado e o ator)

linc3

Argo

argo1

Eis aqui outro favorito para o Oscar 2013 e segundo a crítica, o único que pode bater “Lincoln” (eu discordo, mas quem sou eu, né?). O filme de Ben Affleck, ganhou todos os prêmios pré-Oscar e deixou todos na academia de queixo caído, por isso ele está com a bola toda.

A história acontece em 1979, quando o Irã passa a ser governado pelo aiatolá Khomeini, após o antigo governante ganhar asilo político no EUA, que o apoiou enquanto ele oprimia o povo irariano durante seu mandato. A partir disso, dá para imaginar que os irarianos travaram uma verdadeira guerra contra os americanos. Depois de muitos atentados e invasões, o povo do Irã resolveu investir contra a embaixada do país e seis diplomatas americanos conseguiram fugir. Porém, eles não sabiam se conseguiriam voltar para a América e como conseguiriam tal façanha. E é aí que surge o “Argo”, uma idéia genial, que poucos acreditaram dar certo, mas que  bastou seu idealizador bater o pé e fez valer a pena ;)

É outro filme que tinha tudo para ser mais um, porém mostrou profissionalismo e criatividade durante a história, e propriedade no que mostrava. Ele também tinha tudo para ser previsível, mas conseguiu desviar essa questão e entreter o telespectador, além de causar um friozinho na barriga do tipo “será que eles vão conseguir?” Gostei muito do Ben Affleck como diretor e ator, e acho que não fui a única que me surpreendi com a sua capacidade.

argo3

Acho que  Argo também é um forte candidato ao prêmio, ao lado de As Aventuras de Pi, Django Livre e Lincoln.

Porém, vou manter minha torcida para As Aventuras de Pi ou Django Livre

Recomendo um site para vocês verem os mais cotados, as categorias e tudo mais: AdoroCinema

E vocês, o que acham? Não esquece de comentar aqui embaixo!!

Ps: Se quiser saber sobre:

“As Aventuras de Pi” e o “Lado Bom da Vida”, clica aqui,

“Os miseráveis”, aqui.

“A Hora mais Escura” e “Amor”, aqui.

“Django” e “Indomável Sonhadora”, aqui

Ps2: assisti e estudei apenas os filmes que estão concorrendo à categoria de Melhor Filme, já que há filmes que não estão concorrendo nessa categoria, mas que os atores estão concorrendo em algo, como acontece com o filme Vôo. A produção não está entre os melhores filmes mas o ator Danzel Washington está concorrendo à Melhor Ator.

Ps3: já divulguei ontem, mas vale relembrar: tá rolando um Bolão no Cultpicks, nosso parceiro. É super fácil de participar, basta clicar nesse link que vocês vão entender. Ah, e não deixe para depois, você só tem até as 21h de hoje!

Ps4: é óóóbvio que amanhã vou comentar os vencedores em um post e em outro falarei do look das atrizes ;)

É isso gente! Bom domingo à todas e para quem for assistir à cerimônia inteira, como eu, bom divertimento, huhuhu!

Beijo Beijo

Oscar – parte 3

fev 24, 2013 às 10:06 por em Filmes/Cinema, Home . 0 comentários

Bom dia meninas! Hoje é o grande dia do Oscar – ok, deu pra perceber que eu to supermegaultra ansiosa, né? Tudo porque é a primeira vez que eu me preparo de verdade para assistir a cerimônia e entender tudo. Antigamente, não tinha preocupação de ver os filmes e entender os critérios e notas, enfim, acho que crescer traz esse efeito…

Mas, vamos lá:

Django Livre


Django Unchained movie still

django 3

A história do filme é sobre Django (Jamie Foxx), um escravo que é libertado por um caçador de recompensas, o Dr King Schultz (Christoph Waltz), que logo no início se mostra irônico e cômico ao mesmo tempo. O Dr Schultz liberta Django, porque este conhece três irmãos que o Dr precisa “caçar”, a partir daí, eles foram uma dupla magnifíca. No decorrer do filme, os personagens são motivados por outro tipo de busca: a esposa de Django, Broomhilde (Kerry Washington), que está servindo uma terra chamada Candyland, que é governada por Calvin Candie (Leonardo DiCaprio). Devo frisar que a motivação de Tarantino foi o amor de Django pela sua mulher e não sua vingança como escravo, já que isso é uma consequência da liberdade obtida.

Sem dúvida alguma, Django Livre também é um dos meus preferidos para ganhar a categoria de Melhor Filme e Roteiro Original, já que os diálogos descontraídos e as cenas muito bem feitas conseguem prender a atenção dos telespectadores por 3 horas. A parceria de Django e Schultz faz com que o filme não pareça pesado, pelo contrário, até nas cenas de violência, eles conseguem arrancar gargalhadas do público. Sem dúvida alguma, Tarantino também merece ganhar como “Melhor Diretor” e Cristoph Waltz como “Melhor Ator Coadjuvante”.

django5

django4

A Indomável Sonhadora

indo2

 

O filme conta a  história de Hushpuppy (Quvenzhané Wallis), uma garotinha de 6 anos, que vive com seu pai em um local isolado às margens de um rio, chamado por ela de “banheira”. Durante seus dias, ela tem que aprender a viver em extrema pobreza e também  a conviver com o fato de seu pai estar muito doente e correr risco de morte. O interessante é que a menininha não perde as esperanças de encontrar a mãe e a chama várias vezes no decorrer do filme. A moral que podemos tirar dele, é ser forte nas adversidades e não se deixar abalar, exatamente como Wink (Dwight Henry)ensina a sua Hushpuppy.

Acho que de tanto que ouvi a mídia falar, esperava mais do filme. Não pelas atuações, que foram excelentes, mas pela profundidade da história. Tudo bem que conta a vida de uma menina muito pobre e que não renega às suas origens, porém, senti falta de algo mais forte, na verdade, senti falta de ser tocada pela história, que é contada em 1h40.

Não acho que deve ganhar nem como Melhor Filme, nem como “Melhor Roteiro Adaptado”. Também não creio que a atriz ganhe como “Melhor Atriz”.

indo3

Bom, agora eu quero saber a opinião de vocês, hein! Comenta aqui embaixo ;)

Ps: Se quiser saber sobre:

“As Aventuras de Pi” e o “Lado Bom da Vida”, clica aqui

“Os miseráveis”, aqui.

“A Hora mais Escura” e “Amor”, aqui.

Oscar – parte 2

fev 23, 2013 às 14:37 por em Filmes/Cinema, Home . 0 comentários

Oi meninas!

Resolvi quebrar o post dos filmes em dois, senão ficaria muito pesado para vocês! Sei que é chato ler posts compridos ;)

Vamos lá:

A Hora mais  Escura

ahora2

O filme se resume à caçada por Osama Bin Laden (nem vou explicar a história pois todos nós a acompanhmos de perto, né?) e peca na falta de criatividade nessa jornada. Fiquei pensando e acho que não gostei muito do filme justamente porque vi essa história acontecer, então o final era bem previsível, para não dizer óbvio, já que os americanos nunca diriam que não encontraram o terrorista. Li diversas críticas sobre o filme e descobri que eles mudaram todo o roteiro quando, em 01/05/2011, o presidente Obama declarou que mataram Bin Laden. Antes, o filme iria mostrar o fracasso na busca e não a vitória, mesmo que ninguém sabe ao certo se a declaração feita é verdadeira, mas isso não vem ao caso.

Além do que, muita gente (incluindo políticos dos EUA) não gostou das torturas mostradas, já que não foi assim ou não deveria ser, que os EUA conseguiu obter informações sobre a Al-Qaeda.

Definitivamente, não merece ganhar nenhum prêmio (concorre  em Melhor Filme, Melhor Roteiro Original e Melhor Atriz). A atriz Jessica Chastain pareceu forçada em muitas cenas e não empolgou nem um pouco em sua atuação.

ahora3

Caso se interessem, dá uma olhadinha nessa notícia

Amor

amor1

 

Esse filme pode parecer monótono (a história acontece apenas em um apartamento) e chato em uma primeira impressão (uma vez que também foge completamente dos filmes hollywoodianos que estamos acostumados), mas se você prestar atenção e mergulhar com vontade na vida dos personagens, ele se torna uma perfeita obra prima. Confesso que durante a sessão, não sabia ao certo se estava gostando, porém, sempre que ficava nessa dúvida, acontecia alguma coisa na cena que me fazia refletir e esperar pelo que viria depois.

A história gira em torno da vida de Anne (Emmanuelle Riva), uma velhinha de 80 anos, que sofre um AVC e, após uma cirurgia de risco, se torna paralítica em um dos lados do corpo. Seu problema de saúde traz uma reviravolta na vida de seu marido, Georges (Jean-Louis Trintignant), também velhinho, com 80 anos, que aprende a cuidar da esposa, da casa, das compras, de tudo. Ele se mostra um marido presente, carinhoso e ao mesmo tempo durão e incisivo. O amor dos dois é algo que nos faz refletir, já que eles demonstram o afeto através de atitudes e não de milhares de “eu te amo”, o que por outro lado, traz certa frieza à quem assiste (outro motivo de reflexão).

A atriz está excepcional no filme e na minha opinião deve levar o prêmio na categoria de Melhor Atriz. Mesmo que a história seja maravilhosa e não nos deixa com a sessão de “que final óbvio” (pelo contrário), não é um dos meus favoritos para levar o prêmio de Melhor filme, mas acho que poderia levar o de Melhor Filme Estrangeiro.

amor3

E esses dois filmes, vocês assistiram? Concordam comigo?

Aguardo a opinião de vocês hein!

Beijo Beijo

Ps: Se quiser saber sobre:

“As Aventuras de Pi” e o “Lado Bom da Vida”, clica aqui.

“Os miseráveis”, aqui.