Cantinho da Leitura

Posts na categoria Cantinho da Leitura

Resenha de “Chá de Sumiço”

fev 04, 2014 às 10:57 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Hoje também é dia de resenha por aqui! Como já cheguei a comentar lá na Fanpage, todo mês vou ler um livro e no mês seguinte, vou preparar uma resenha bem bacana para colocar aqui no blog! O escolhido foi o novo livro da Marian Keys, Chá de Sumiço, que é extraordinariamente viciante, assim como todos os outros já publicados. Ah, quem me acompanha há bastante tempo já sabe que sou realmente fã da escritora (já fiz um post geral sobre ela, aqui) *-*

imagem

Devo confessar que um dos motivos para eu ter começado a ler os livros da Marian Keys, foi o fato de as capas serem LINDAS! Tudo bem, eu sei que não devemos julgar o livro pela capa, mas a questão é que me apaixonei primeiro por elas e depois pelas histórias, hahaha! Esse está em promoção na Saraiva, de R$60,00 por R$48,00 (aqui). Eu paguei R$45,00 porque meu namorado tinha um descontinho acumulado =)

Provavelmente, você que está lendo esse post é uma mulher, que adora livros de mulherzinha, acertei? Sabia! Não que eu esteja falando isso por ser algo ruim, muito pelo contrário, se eu estivesse lendo esse post, falaria que eu tinha acertado, afinal, eu AMO livros de mulherzinha, que abordam questões importantes da nossa vida sem perder o humor e a jovialidade. E é exatamente o que Chá de Sumiço faz.

O livro traz a história de Helen Walsh, que é uma personagem que já apareceu em outras publicações, já que a autora já fez livros sobre suas irmãs: Melancia conta a história de Claire Walsh, Férias? conta a história de Rachel Walsh, Los Angeles conta a história de Margareth Walsh e por fim, Tem Alguém Aí? conta  a história de Anna Walsh. Eu adoro esse estilo da Marian Keys, pois faz eu me sentir como parte da família, sabe? É como se eu soubesse da vida de cada uma em momentos diferentes, uma vez que elas estão em fases diferentes a cada livro. É como se fosse uma graaaande novela, mas de qualidade.

Bom, nos livros sobre suas irmãs, Helen sempre apareceu como a independente e a que se destacava por sua beleza, personalidade forte e por tomar decisões impulsivas. É engraçado que em Chá de Sumiço, Helen parece ter evoluído e se tornado de fato uma mulher (talvez porque os outros livros foram publicados há vários anos e a autora quis passar a impressão de que o tempo passa para todos, até para os personagens) que precisa arcar com suas responsabilidades, contas, sentimentos, enfim, que precisa arcar com a vida. E é exatamente nesse ponto que ela se perde.

A personagem se encontra em um momento delicado, onde nada parece estar dando certo – a não ser o seu namoro com Artie. Ela acaba de perder o apartamento em que morava – e tem que voltar a viver com Mamãe e Papai Walsh – por causa de suas dívidas altas e também enfrenta uma situação complicada na sua profissão, já que as pessoas não procuram mais detetives particulares como antes, afinal a Irlanda está passando por um momento de recessão. E é aí que surge Jay Parker, um ex-namorado (que também já apareceu em algum dos outros livros, de forma rápida), oferecendo uma oportunidade de trabalho: ela deve procurar Wayne, um rockstar das antigas, que desapareceu quando a banda em que ele canta/toca iria retornar aos palcos. O legal disso tudo, é que a autora faz paralelos com o passado de Helen e por alguns momentos, a personagem relembra fatos importantes de seu passado com Jay e a amiga Bronagh. É a partir daí que sentimos uma nostalgia e que também percebemos que as coisas não estão tããão bem para Helen, no sentido psicológico da coisa.

E não muito depois dessa constatação do leitor, Helen começa a contar a sua história, desde a compra de seu apartamento até aquele momento, e ao invés de se mostrar confiante e feliz, como sempre foi, ela se mostra uma pessoa completamente depressiva, com problemas psicológicos MUITO sérios. E mais uma vez é possível perceber que o tempo passou para ela também. Assim como todos os livros de Marian, esse aborda uma questão muito comum nos dias de hoje, que não é só o diagnóstico da depressão e sim o que ela muda nas pessoas e como os pacientes a combatem. Quem já passou por algum conflito psicológico sério, vai conseguir encontrar forças na história de Helen, pois ela deixa claro que deve seguir em frente com a proposta de Jay Parker, não só pelo dinheiro, mas para ocupar sua mente, para ter uma rotina como os outros, como pessoas normais.

Eu gostei MUITO desse livro e ele atendeu TODAS as minhas expectativas, justamente por eu já ter passado por quadros psicológicos sérios (aqui) e também por ter buscado dentro de mim, as forças para vencer. Além disso, eu adoro um suspense e a busca por Wayne me prendeu bastante, assim como os mistérios envolvendo seu desaparecimento, que é justamente o que torna o livro mais interessante ainda.

Enfim, Marian tem uma sensibilidade muito especial em tratar de assuntos delicados e isso faz com que eu me torne cada vez mais fã do seu trabalho. Ah, vale ressaltar que por causa disso, os livros dela não devem ser tratados apenas como “de mulherzinhas”.

Espero que vocês gostem ;)

Beijo Beijo

Livros “fashions”

jan 23, 2014 às 10:50 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Olá meninas, como estão?

Hoje vou listar alguns livros para as amantes de moda! Encontrei uma lista no site do Uol (para conferir ela completa, clique aqui) e escolhi algumas opções:

A-Parisiense-Ines-de-la-Fressange

A parisiense é um dos livros mais famosos e foi escrito por uma modelo francesa, que conta o que aprendeu com o mundo da moda. Nesse livro você encontrará dicas diversas sobre o universo da moda, além de “voar” para Paris *-*. Está a venda na Fnac por 19,90 e será o próximo livro que eu vou ler!

0102-livro-100-anos-de-moda

Esse também é um livro bem famoso e conta a história da moda desde o século 20! Além disso, reúne os estilos e o trabalho dos estilistas mais famosos: Karl Lagerfeld, Alexander McQueen, Marc Jacobs, Coco Chanel e Christian Dior. Está a venda na Livraria da Folha por R$67,40. QUERO JÁ!

file_8_37

A “Moda do Século XX” também é um livro bem bacana, que também conta a história da moda no século 20, e explora os estilos femininos e masculinos. Além disso, há a história dos acessórios, penteados e maquiagem. O preço sugerido é R$75,40, na Livraria da Folha.

Livro_Chanel

A “Era Chanel” conta nada mais, nada menos, do que a trajetória de Coco Chanel – tanto na área profissional quanto na pessoal. Também vai ser uma aquisição futura, sem dúvida alguma! Custa R$170,00 na Cosac (aqui)

Cristian Dior

Esse é “O Pequeno Dicionário de Moda”, de Christian Dior. Foi publicado originalmente em 1954 e trás dicas publicadas pelo estilista! Imagina que legal? E custa baratinho, só R$24,08, na Livraria Cultura.

Aiai, nem preciso dizer que eu pirei enquanto fazia esse post, né? E vocês?

Beijo Beijo!

 

 

Dezembro e o Natal

dez 01, 2013 às 15:13 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Olá meninas! Sei que faz tempo que não faço posts de domingo, até porque eu mereço um descanso, mas como hoje se inicia o mês de dezembro, resolvi mostrar um texto que li e que tenho me inspirado todos os dias.

natal

“Chegou o Natal. Chegou o momento de descobrir em nós, nossos sentimentos, perspectivas, possibilidades, limitações e potencialidades. É o momento certo para romper as cadeias que nos separam do único e universal princípio da divindade. É o momento de buscar a mão que nos conduzirá à vereda luminosa, aquecida pelo fogo do Espírito do Cristo, que habita em nós. É o momento de entrega, celebração, compaixão, perdão, e, sobretudo, amor.”

 

Não se esqueçam que o Natal não é só no dia 25 de dezembro, mas sim, todos os dias. Se cada um praticasse esse momento de entrega, compaixão, perdão e principalmente, amor, o mundo seria muito melhor.

Um ótimo domingo à todos!

Beijo Beijo

Livros: Marian Keyes

abr 23, 2013 às 12:24 por em Cantinho da Leitura, Home . 0 comentários

Olá queridas, tudo bem?

Como hoje é o Dia Mundial do Livro, então nada mais justo que prestar uma singela homenagem falando sobre a minha autora predileta né? Trata-se da Marian Keyes, escritora que sou superfã desde sempre! Já devorei todos eles (sempre em menos de uma semana) e até repeti a leitura de alguns, já que sempre me deixaram com vontade de viver suas histórias junto com os personagens. É uma coisa maluca e ao mesmo, deliciosa. E quando acaba…ah, quando acaba é muito triste! Fico com a impressão que os personagens continuaram vivendo e eu parei no tempo, sem saber de mais nada. Ok, isso é mais louco ainda né?

Bom, Marian é irlandesa, e conseguiu despertar em mim a vontade de conhecer a Irlanda, principalmente Dublin. É incrível como autores e livros têm uma influência grande em nossas vontades, desejos e até conquistas, né? Bom, lendo a a sua biografia, percebi que muitas histórias contadas (principalmente as que se referem às irmãs Walsh) tem a ver com a sua própria vida, uma vez que ela já travou batalhas contra alcoolismo, suícidio e recentemente, depressão.

7024199_1gg

Em seu trajeto, ela escreveu 16 títulos, sendo 10 traduzidos para o português: Melancia, Férias, Sushi, Casório?!, É agora…ou Nunca, Los Angeles, Um Best Seller para Chamar de Meu, Tem Alguém Aí?, Cheio de Charme e A Estrela mais Brilhante do Céu. Quatro destes livros são os meus preferidos: Melancia, Férias, Los angeles e Tem Alguém Aí?, pois contam a história de cada uma das irmãs Walsh, que são divertidíssimas e enfrentam os dilemas de qualquer mulher da face da terra, fazendo com que o leitor se sinta parte do livro (outra loucura…). Sem contar que os livros são temporais, ou seja, mesmo tendo sido escritos em anos diferentes, eles acompanham a evolução do tempo junto com a gente. Pesquisando para esse post, acabei descobrindo que o último livro das irmãs Walsh (faltava a história de Helen) foi lançado nos EUA em setembro do ano passado e já comecei a ficar ansiosa para o lançamento aqui. Oh God!

Imagem1

Uma coisa que eu tenho que comentar é: eu AMO as capas dos livros brasileiros (se você pegar a versão original, vai ver que as capas são bem inferiores).

Em relação aos outros livros, os que eu mais gosto são: É Agora…ou Nunca, Um Best Seller para Chamar de Meu e Cheio de Charme. Como eu disse anteriormente, todos (todos mesmo!) tratam de assuntos polêmicos como perda de entes queridos, violência doméstica, estupro, depressão, alcoolismo e por aí vai…Mas não deixam de ser interessantes, pelo contrário. Outro detalhe bacana, é que há um nome para o gênero adotado por Marian: Chick Lit, que nada mais é do que ficção feminina que trata de assuntos da mulher moderna. Chique né?

Bom gente, é isso! Espero ter conseguido passar um pouquinho do que sinto quando leio os livros dessa autora espetacular!

Beijo Beijo

As obras primas de Nicholas Sparks

abr 11, 2013 às 08:33 por em Cantinho da Leitura, Home . 2 comentários

Olá gente, tudo certinho?

Faz tempo que não falo sobre livros aqui né? É que a correria está tão grande (além do BC – blog + assessoria, estou fazendo meu TCC), que faz tempo que não paro para aproveitar uma boa leitura (tirando as revistas que me inspiram para escrever aqui).

Bom, então, hoje quero falar um pouco sobre Nicholas Sparks e suas histórias. Atire a primeira pedra quem nunca chorou lendo uma de suas histórias ou vendo um dos filmes baseados em sua obra! Devo frisar que eu amo seus livros e mergulho completamente em sua história (ok, tb sou muito chorona).

Nicholas-Sparks

Para poder falar sobre o autor e suas obras, dei uma pesquisada em vários sites, até encontrar um que foi feito por fãs brasileiros (clique aqui e conheça). Além de mostrar todos os livros e suas resenhas, dar dicas aonde comprar, contar a biografia do autor, incentivar pessoas a tirar fotos com os livros, o site tem um blog que reúne TUDO (informações sobre aparições do autor na televisão e em vídeos, processo de transformação dos livros em filmes, datas de pré lançamento de livros novos, fotos, etc). Ou seja, é S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L! Amei! E tirei tudo que vocês lerão a partir daqui, de lá.

Bom, a jornada de Nicholas como autor, demorou para começar. Antes de se entregar à sua paixão pela escrita, ele se formou em Finanças Empresariais em 1988 e até trabalhou como garçom e vendedor (entre 1989 e 1992). Só em 1994 que ele escreveu seu primeiro livro, “O diário de uma paixão” (que mais tarde virou filme), e só em 1996 que foi publicado. A partir daí, a coisa deslanchou e ele escreveu mais 16 obras, sendo as mais famosas: “Um Amor para Recordar” (que mais tarde virou filme), “Querido John” (que mais tarde virou filme), “A Última Música” (que mais tarde virou filme), “Uma Carta de Amor” (que também virou filme), “Um Homem de Sorte” (que também virou filme). Lembram que no começo do blog eu disse que tava lendo “O Casamento” ? Pois é, é dele também!

Imagem1

Capa do filme “O diário de uma paixão”

Imagem2

Cenas de “Um amor para Recordar”

Todos os livros citados no parágrafo acima, eu li e os recomendo de olhos fechados! Se você curte livros que tragam lição de vida, que te faça pensar, refletir e te force a olhar mais para o próximo e não apenas o seu umbigo ( o que é normal do ser humano), você vai amar. As histórias são sempre de amor, com alguma coisa impedindo que esse sentimento se “concretize”, seja um segredo, uma pessoa ou uma situação. De todos os filmes já lançados, eu assisti apenas “Diário de uma paixão” e “Um Amor para Recordar”, que coincidentemente são os meus preferidos. Me emocionei demais, me surpreendi demais e chorei demais! Além de ter desejado um amor igualzinho ao da tela (quem nunca?).

Agora quero saber se vocês já leram algum dos livros desse grande artista literário. Comentem aqui ;)

Beijo Beijo

ps: se vocês clicarem em cima dos títulos dos livros, irão ser para um site que conta a história de cada um ;)