abril 2015

Posts no mês abril 2015

A polêmica com o famoso bocão da Kylie Jenner

abr 30, 2015 às 19:24 por em Home . 0 comentários

Olá meninas, tudo bem com vocês?

Hoje vou falar sobre o famoso bocão da Kylie Jenner, ou melhor, sobre as polêmicas que o envolvem e também dos riscos da sucção labial, que virou sucesso entre as meninas que querem imitar a modelo – juro, nunca entendi o que leva alguém tentar imitar outra pessoa, a ponto até de se machucar. Antes de tudo, um antes e um depois dos lábios da queridinha do momento:

Kylie Jenner

Quanta diferença, não é mesmo? OMG!

Esse post não é para debater o fato de Kylie ter modificado seus lábios através de um sugador labial, afinal, cada um faz o que bem entender com o seu corpo. Mas resolvi escrever sobre o assunto, para discutir sobre como essa prática, feita de forma errada, pode prejudicar a saúde humana. Sim, o que teve de adolescente tentando imitar a Kylie e ficar com os lábios parecidos com os dela, não tá escrito. Mas o que mais me chocou, foi essa imagem:

safe_image

PORQUÊ, raios, PORQUÊ alguém se sujeita à isso?

Como já expliquei antes, a irmã mais nova de Kim Kardashian usa um ‘sugador de lábios’, que ao encaixar na boca e depois soltá-lo, fazendo um trabalho de sucção, vai aumentando aos poucos o tamanho do lábio. O cirurgião plástico, Dr. Rodrigo Duprat, explica que o aumento labial por sucção é efeito dos vasos sanguíneos dilatados, que ao serem apertados, liberam substâncias mensageiras para parede dos vasos dilatarem e aumentarem de tamanho.

O tamanho dos lábios, após a utilização do aparelho, pode durar de minutos até horas, dependendo do tempo e da força aplicada. Devido ao alongamento das fibras,  se a prática for muito frequente, pode causar uma flacidez com o passar dos anos, mesmo que mínima. Ou seja, é necessário ter cuidado com  a força e o tempo de sucção exercida e se você está tão insatisfeita assim com os seus lábios, se é algo que te incomoda, procure um médico e faça um tratamento junto com o profissional. É mais seguro e indicado.

Após tanta repercussão, a própria Kyllie se manifestou a respeito destas tentativas: “Eu não estou aqui para tentar e incentivar as pessoas e as jovens garotas a se parecerem comigo ou que esta é a forma como eles devem me olhar. Eu quero incentivar as pessoas e as jovens para que elas sejam elas mesmas e que não tenham medo de experimentar o seu estilo”.

E então, o que vocês pensam sobre isso?

Beijo Beijo

 

 

TV BC: Os batons líquidos mate da Dailus e comparação com um da Vult!

abr 29, 2015 às 21:30 por em Home . 0 comentários

Olá meninas, tudo bem?
Preparei um vídeo especial, com TODOS os batons líquidos da Dailus, e nele eu falei – de forma geral – sobre o que achei deles, os meus preferidos e também fiz as amostrinhas de cada um. No final, fiz uma comparação com um batom líquido mate da Vult, que eu tenho aqui, e espero que vocês gostem! Bora apertar o play:

DSC00552

E aí, quem mais ama essas belezinhas?

Beijo Beijo

Para Inspirar: penteados do SPFW

abr 27, 2015 às 19:40 por em Home . 0 comentários

Olá lindonas, como vocês estão? Espero que bem!

Para essa segundona ficar ainda melhor, resolvi selecionar três penteados maravilhosos do SPFW! Encontrei eles no site do GNT e me apaixonei. Eles prometem fazer sucesso nesse ano e abaixo de cada foto terá o link com o passo a passo, ok? Se joga:

Rabo de Sereia

ronaldofraga-bastidores-18

O tema do desfile do Ronaldo Fraga foram sereis e esse penteado veio bem a calhar. Ele foi nomeado de rabo de sereia e traz um conceito despojado e descontruído, perfeito para usar com looks que o destaquem, já que mesmo sendo bagunçado, ele é todo glamouroso. Link para o passo a passo: aqui

Coque Baixo Lateral

Samuel-Bastidores-4

O famoso coque lateral, que foi desfilado por Samuel Cirnansck, traz um toque especial à qualquer look que for usado com ele, por ser glamouroso e chique. Na minha opinião, ele combina mais em ocasiões formais. Imagina ele com um longo de arrasar? Amei! Link para o passo a passo: aqui

Trança Maxi

triya-cabelo-15

No desfile da Trya só deu essa trança maravilhosa! Ele é totalmente despojada e bagunçada, perfeita para contrastar com grandes produções ou  para usar em um evento que pede um traje mais esporte. O charme deste penteado é o volume. Quanto maior, melhor. Link para o passo a passo: aqui

Qual desses penteados é o preferido de vocês? Comente aqui! Confesso que tive uma queda maior pelo coque lateral. LINDÍSSIMO!

Beijo Beijo

Ciclos que se fecham

abr 25, 2015 às 10:17 por em Home . 0 comentários

11150672_977913838893944_2093560613539450992_n“Não há um dia que eu não pense em você ou que eu queira estar ao seu lado. Seja para comer um arroz com batatinha, para ver a novela, para jogar amarelinha ou para contar minhas coisas. Fazem 24 anos que eu tenho você, mas hoje fazem 11 que eu te tenho de um modo diferente. Sei que está comigo, que me olha, que me dá uns puxões de orelha e isso tudo só me acalma e me conforta. Ainda tenho muitas coisas por aqui e quero ter o privilégio de viver os 83 anos que você viveu, mas não posso deixar de confessar que gostaria de te abraçar desesperadamente e ficar horas no seu colo. Mas sei que esse dia vai chegar. Te amo, vovó!”.

O texto acima foi escrito no dia 08 de agosto, quando fizeram onze anos que minha avó Helena, mãe da minha mãe, havia falecido. Não cheguei a conhecer o meu avô Antônio, seu marido, mas ele estava tão presente em nossas conversas, que era como seu eu o conhecesse desde que nasci. O amor que eu sentia por ela era tão grande, que nada durante a minha infância tinha mais graça do que ficar na casa dela, e com isso, ela acabou ajudando meus pais a me criarem – e ressalvo, não por que eles precisavam, mas sim, porque eu queria. Até que um dia, quando a minha vó Palmira, mãe do meu pai, faleceu, eu só conseguia questionar se ela também iria partir um dia. E a resposta era sempre a mesma “Eu não vou ficar para a semente, minha filha”. E não ficou. Após 8 meses, ela também faleceu, naquele 08 de agosto de 2013.

Com a sua morte, tive que aprender a ser forte e a começar a vencer os obstáculos que apareciam. Eu fazia tudo pensando nela. Todas as minhas atitudes eram tomadas pensando nela. Eu passava dia e noite pensando o que ela diria se estivesse em determinadas situações. E vez ou outra, me pegava discando para o seu número de telefone, com aquele fio de esperança que ela ainda poderia atender. Mas ela nunca mais atendeu. Após um tempo, houve um choque na minha família. A minha madrinha e tia, filha da minha avó Helena, também faleceu, em 10 de julho de 2014. A sua morte foi diferente. Foi de repente, sem ninguém esperar e sem avisar. Ela só tinha 50 anos. Só para dar um gostinho do tamanho do amor que eu sentia por ela, eu costumava dizer que a minha mãe vinha em primeiro lugar, a minha vó Helena em segundo lugar e a Bé em terceiro lugar. Mas não por ordem de preferência, mas porque eu sabia que quando minha vó falecesse, eu teria ela. Mas naquele momento, eu só tinha o primeiro lugar. E o que seria de mim?

Hoje, quase 12 anos depois da morte da minha vó e 11 anos depois da morte da minha tia, ainda não sei dizer o que foi de mim. Não consigo me lembrar com clareza como passei por tantas coisas, mas só sei que sempre carrega elas duas comigo. Aonde quer que eu fosse. E hoje, o que motivou a escrita desta crônica, foi a morte do meu vô, o marido da vó Palmira e o último avô que eu tinha vivo. Mesmo com a distância e com um carinho diferente do que aquele descrito até aqui, eu senti sua morte como um ciclo que se fecha. Como se as circunstâncias da vida tivessem colocado um ponto final na minha infância e como se essas referências fossem ficar só na lembrança. E eu sei que elas vão. Afinal, a vida é assim. Encerro com mais um texto, desta vez, escrito no último dia 21:

“Perdi uma pessoa querida, meu avô por parte de pai e o único dos 4 que estava vivo. Ficam as lembranças, os momentos bons e aquele pensamento incômodo, que quem não tem mais avôs/avós já deve ter tido: “não tenho mais nenhum dos meus avôs/avós vivos”. Como tudo na vida, prefiro pensar que é um ciclo que se fecha e que um dia reencontrarei todos eles lá em cima”

E é com a certeza desse pensamento, que a vida segue em frente e tenta ter algum sentido.

TV BC: Tratamento Diurno e Noturno da Mary Kay

abr 24, 2015 às 17:58 por em Home . 2 comentários

Olá minhas queridas, como vocês estão? Hoje é dia de finalmente falar sobre o tratamento diurno e noturno da Mary Kay! Será que ele deu certo para mim?

MARYKAYPara saber TUDO sobre ele, é só apertar o play:

Seguem os dados da Consultora Patrícia Pinheiro:

Facebook: https://www.facebook.com/consultorapatriciap
Telefone: (11) 94658‑2181

Beijo Beijo